Amor não é troca ... é doação

Olá gente boa...
   Venho por aqui pra conversarmos um pouquinho sobre o que compreendemos por amor...
   Essa palavrinha tão cheia de significados e implicações... porque sempre que amamos alguém há desafios, medos, cobranças,presentes, presença, dúvidas... uma misturança de sentimentos que nem sempre sabemos lidar... aliás eu creio que amar é igual andar de bicicleta... só se aprende na prática.
    Até bem pouco tempo atrás eu estava convicta de que o único, verdadeiro e mais real amor é aquele que as mães sentem pelos filhos: esse é visceral, é primitivo, é de um outro nível... é algo que precisa ser experenciado pra ser entendido... quem tá vendo de fora, muitas vezes não entende as atitudes que uma mãe pode ter para que seu filho seja uma pessoa feliz... mãe é um bicho muito bobo mesmo...
    Eu sou mãe de uma menina, e quanto mais o tempo passa mais eu percebo que ela está na minha vida pra me ensinar muitas coisas e entre elas que o amor não deve ser algo que se cobra nem moeda de troca porque assim, não é amor de verdade.
   E nos relacionamentos? Aí o caldo entorna de vez...fomos ensinados a crer que as relações amorosas são um eterno "toma lá, dá cá", eu faço isso e você, em retribuição "tem que" fazer aquilo; tipo um comércio louco onde a moeda são os sentimentos e a vida de outras pessoas. E isso é mais louca das lógicas!!! Como e porque eu vou estar sempre "retribuindo"a forma carinhosa ou até mesmo as gentilezas que alguém está fazendo por mim?
   Sob o meu ponto de vista, as relações são transbordamentos: eu me transbordo de algo e estou disposta a compartilhar com alguém isso, sem esperar nada em troca, porque as relações não devem ser um comércio e sim uma construção coletiva contínua.... chega de capitalizar a vida!!! Amor, afeto, gentileza não são coisas a serem cobradas e sim feitas de maneira genuína e pelo simples prazer de tornar a vida de alguém mais feliz...
   Na teoria, amiguinhos, tudo isso é muito lindo, mas na prática é que o bicho pega mesmo... é um constante "desaprender que os relacionamentos não são um comércio" e se recriar de uma maneira mais livre e mais espontânea... deixando o outro simplesmente ser quem ele é e aproveitar cada momento de felicidade e alegria que se constrói juntos...
   Afinal dessa vida mesmo a gente só leva o amor que recebemos e as memórias de felicidades que construimos...

Muito amor e muita luz pra todos!!

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário e um endereço de contato pra gente se falar!!!