Cansada.

Olá pessoas....
    Venho aqui mais uma vez para tentar entender um pouco o que se passa comigo, e de alguma maneira com o mundo ao meu redor...

  O fato é : estou cansada. Muito cansada. Cansada de verdade. 

   Tenho esperança que seja apenas algum desequilíbrio químico, a falta de alguma vitamina. E que uma boa dieta, alguns suplementos, sol e atividade física possam resolver.

  Por outro lado, me conheço um pouquinho e me parece que esse cansaço todo e fruto de um monte de coisas que estavam sendo bem guardadas dentro do peito e que, devido a alguns tratamentos que fiz e que ainda estou fazendo estão sendo liberadas, e é como se eu estivesse contendo uma represa de tantas coisas que aos pouquinhos está se desfazendo.

   Ando muito cansada. Principalmente nesta semana. Cansada de tudo: das pessoas, dos lugares, dos tempos... fazia um tempão que eu não me sentia assim. Parece que se eu permitir e dormir tudo o que preciso pra que esse cansaço alivie, será preciso muito tempo e muito choro.

   Mas acho que tá todo mundo um pouco assim: preocupado, aflito, cansado, sempre correndo... como se a vida fosse uma competição na qual o vencedor será aquele que chegar primeiro em algum lugar que ninguém sabe muito bem onde é. Ser o vencedor, o número 1, o líder, aquele que está sempre pronto para ajudar e inspirar... por um bom tempo eu já fui assim (ou pelo menos, humildemente tentei) mas hoje eu só quero ficar só e dormir...pra ver se alivia um pouco esse cansaço infinito que eu ando sentindo.

    Penso que é urgente as pessoas começarem a escutar mais a si mesmas e assim serem capazes de gerir as suas emoções com mais sabedoria e paciência, e evitar essa sobrecarga emocional que muitas vezes nos deixa exaustos e paralisados.
Parece uma tremenda ironia falar sobre cansaço em pleno feriado mas deixo aqui o recado: vamos prestar atenção na qualidade de descanso que estamos oferecendo para o nosso corpo e mente e de que modo estamos gerenciando as nossas emoções.

Muita luz pra todos.

Sobre o silêncio e sobre ainda ter algo para dizer

Olá pessoas...
       Retorno depois de um tempão afastada... a vida foi seguindo e me levando com ela. Havia outras urgências e prioridades. Pessoas novas. Aprendizados novos. Aconteceu tanta coisa por aqui que mal tive tempo de pensar e assimilar tudo. 
    Tudo começou com pequenas ondas que foram se tornando tsunamis, e mexendo demais com a forma como eu me relacionava com a vida. Um amigo me disse: cuidado com o que você publica!! Que imagem você está tentando criar pra você???
    Essa pergunta ficou durante muito tempo reverberando na minha cabeça e silenciando muito daquilo que eu gostaria de dizer e compartilhar... Não me importo muito com uma "reputação literária" que eu possa estar vindo a criar, me importa sim, o quanto esses meus pensamentos possam estar reverberando e fazendo sentido para alguém mais além de mim.
    A imagem que ilustra essa postagem retrata muito bem os motivos que me levam a escrever, seja sobre qual tema for: eu preciso liberar isso tudo que está passando aqui dentro para o mundo, liberar essas tantas palavras para ver se fora estando fora de mim podem começar a fazer mais sentidos.
    Eu sempre escrevi ao longo da minha vida. Seja para compartilhar os meus medos e dúvidas, seja para agradecer as muitas coisas maravilhosas que vem acontecendo, seja apenas para captar um momento lindo que vivi.  A escrita sempre foi algo terapêutico pra mim , e talvez agora, depois de tanto conteúdo, seja a hora de começar a escrever e sentir os efeitos que isso tudo está causando em mim. Sem maiores pretensões. Sem grandes ensinamentos. Apenas compartilhando e refletindo sobre essa aventura sem roteiros que é a vida.
    Retomo esse hábito por agora na esperança que as palavras me ajudem a encontrar um sentido maior para os fatos da minha vida.

Muita luz pra todos.