A importância do desapego

        No último sábado na minha aula de yoga a professora conversou conosco sobre a importância de aprendermos a compreender o desapego na nossa vida cotidiana: desapego das pessoas, das nossas ideias, das "nossas coisas", dos nossos medos e por aí...desapego de todas as coisas e situações que nos parecem ser tão nossas e tão estáveis...

      Esse assunto me faz refletir sobre muitas situações recentes que estou vivendo: estou em um momento da vida de aprender a me desfazer de muitas certezas, pessoas, objetos, sentimentos e ideias.

     Alguns "desfazimentos" são mais fáceis do que outros, mas a grande maioria é bem dolorosa e soa como pequenas "mortes".

    Cada dia que vivo, eu percebo a morte de uma porção de certezas e medos, pessoas que pareciam eternas e fundamentais na minha vida estão simplesmente partindo. Até as pessoas que são mais próximas e que mais amo estão me surpreendendo!! A certeza que eu tinha que as conhecia acabou de uma maneira muito brusca e sem avisar!!!

    Isso demonstra que, mesmo sabendo e estudando tanto sobre impermanência, o conceito ainda não foi bem compreendido no meu dia a dia. Cada sinal de presença da impermanência ainda me choca!! Me sinto frustrada. Traída. Em luto (mais uma vez).

   Tenho certeza que uma hora essa dor vai passar e deixará um profundo aprendizado, um deles, com certeza , é de que a  confiança também é algo impermanente, que necessita de um cuidado e atenção constantes.

   Escrevo aqui como um desabafo e na esperança de que isso possa vir a ajudar alguém.

Muita luz e "desfazimentos" felizes para todos.
 

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário e um endereço de contato pra gente se falar!!!