Amor é ponte!!!

      O amor, em todas as suas manifestações é objeto de muita conversa. Todo mundo sempre tem algum conselho ou uma estoria pra contar.

     Um amor que deu certo, uma desilusão,uma paixão, uma nova relação, uma paquera... 

    Geralmente, quem procura conselhos está perdido e cheio de medo de errar, louco pra encontrar uma resposta, uma "receita de bolo" que sirva perfeitamente para solucionar o problema que está passando.

    No fundo, acredito que estamos todos muito cheio de medos: de se machucar, de se envolver, de sofrer, de magoar o outro... e esses medos atrapalham muito as relações.

     Ficamos como duas pessoas separadas por uma ponte, que ninguém tem coragem de atravessar. Há tantos "protocolos", tantas "cobranças" que nos impedem de dar um passo em direção ao outro. 

      Daí ficamos lado a lado, em mundos separados que eventualmente se encontram mas dificilmente se ligam.

      Uma outra alternativa, que dificilmente funciona, na minha opinião, é atravessar a ponte e entrar no mundo do outro, sem saber muito bem onde estamos pisando e nem se somos realmente bem vindos. Há uma perigosa mistura sem critérios, uma simbiose que já nasce com os dias contados, uma mistura que pode ser muito explosiva.

    Eu tenho uma visão particular sobre os relacionamentos. Acho que cada pessoa é um universo com seus encantos, mistérios e limitações e que renunciar a qualquer aspecto disso, em prol de um relacionamento é uma tragédia anunciada. Não se pode renunciar aquilo que se é, isso não seria nem um pouco justo ou honesto nem com a outra pessoa nem consigo mesmo. A gente pode sim, estabelecer novas formas de viver para se relacionar melhor com alguém.

     Daí, eu penso que uma solução seria considerar uma ponte, um terceiro caminho no qual dois mundos diferentes irão se encontrar e construir juntos um ponto de encontro: um universo que será repleto de experiências dos dois mundos, no qual a diplomacia deve ser exercida sem moderação.

    Amor é ponte. É conexão. É um voto de fé e confiança que se estabelece quando há um interesse maior do que puramente a atração física, há uma curiosidade e um interesse genuíno pelo mundo que um outro ser humano está abrindo e convidando a ser conhecido.

    É preciso coragem, persistência e muita paciência. Dar se a conhecer é uma tarefa apenas para quem tem muita fé.

    Eu acredito em pontes. Eu acredito nas pessoas e sem dúvida tenho fé no amor.

Desejo a todos muita luz e muitas pontes!!!!

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário e um endereço de contato pra gente se falar!!!