Por hoje não....

Oi gente...
     Hoje vim conversar sobre algo que acontece muito comigo... tenho uma dificuldade enorme de ver as pessoas como elas realmente são, e o caso ainda piora se há algum tipo de sentimento maior envolvido, a cegueira é certa...

    Acho engraçado isso,  porque é algo que critico um monte nos outros... não conseguir ver uma pessoa com sua natureza cheia de qualidades e defeitos. Procuro sempre colocar uma lupa naquilo que considero ser "as qualidades" da pessoa: o que mais me agrada, aquilo que gosto de escutar, a forma como se comporta... enfim... sou a rainha da distorção!!! Crio o personagem e me recuso a encarar a realidade.

    O resultado é uma queda em um profundo escuro, ou, como dizemos aqui no sul... um baita tombão!
   Daí, o ciclo se repete: decepção, recriminação (bah fui muito trouxa), arrependimento (putz, perdi meu tempo!!) e afastamento. 

    Dessa vez, quero fazer algo diferente: quebrar o ciclo! Permitir o erro e a dor mas não deixar me abater... continuar e lembrar que só se aprende errando!! É preciso ter coragem pra errar muito e se permitir construir outras miragens para que, em algum momento, a gente perceba que o que está se vendo não é tão miragem assim!!!!

   Sim, eu construo castelos no ar e miragens de pessoas, por mais piegas que isso possa parecer!!! Sim, eu me entrego em todas as relações com muito amor e muita expectativa... sim, sim... 

  Mas por hoje, eu vou me acolher... vou deixar toda a neblina se dissipar na velocidade que tiver que ser.... vou bom ter construído mais este castelo no ar e pintado cuidadosamente esse quadro. Só isso.

   Se eu pudesse dar um conselho, nem tão bom assim, eu diria: se permitam construir miragens mas não percam o foco!!

Muita luz pra todos!!!
Laís Ribeiro.

Sobre expectativas...

      Ter expectativas e sonhos é o que me move... sou uma pessoa que gosta de se preparar para as coisas... mas confesso que isso pode estragar as surpresas.
Imaginar um futuro, pensar em como as coisas devem ser... sim, porque eu sou do tipo de pessoa que gosta de "decidir" como tudo deve acontecer. Decido o destino e calculo no GPS. E, nessa busca louca por um algo, acabo esquecendo de desfrutar da paisagem e de todas as pequenas alegrias que posso sentir aqui-agora.
Quebro a cara zilhões de vezes!!! Na escolha do caminho que parece ser o "certo", opto pelos mais seguros e familiares. E, como é de se esperar tenho sempre os mesmos resultados.
     Ás vezes, tentar novas paisagens pode nos dar oportunidades de ver coisas que estavam sempre lá, na vida da gente, o tempo todo, e a gente sempre resistindo e inventando desculpas.
     Hoje, eu penso que apreciar a paisagem também é uma boa escolha. Fazer uma parada estratégica e ver tudo de bom que já conquistamos... valorizar todas as pessoas... saborear todos os momentos... colocar um pouco de doçura e tempero nas pequenas coisas do dia-a-dia...
Lembrar que a vida é bonita mas tem horas que ela fica linda!!!

Muita luz e bons caminhos pra todos!!!
Laís Ribeiro

Descontrole da Crespa!!!: Novos caminhos

Descontrole da Crespa!!!: Novos caminhos: Ás vezes, a vida, essa danada... nos prega peças...            Desejamos por tanto tempo uma coisa, de um determinado jeito, que nem nos ...

Novos caminhos

Ás vezes, a vida, essa danada... nos prega peças...
           Desejamos por tanto tempo uma coisa, de um determinado jeito, que nem nos permitimos pensar de uma outra maneira. Aí vem a vida, e nos coloca outros caminhos, outros jeitos, outras pessoas, outros lugares... e nos pede uma escolha, uma abertura, uma nova disposição.
Meu final de semana foi assim, muitas primeiras vezes de muitas coisas, muitas sensações novas e boas, disposição e entrega..
        E, eu, como uma apaixonada pela vida, baixei todas as defesas e me dispus a caminhar... um grande novo caminho cheio de descobertas se abriu. Resisti com todas as forças mas, no final, me rendi ao fluxo e ao ritmo das coisas.
     O que posso adiantar é que esse novo caminho representa um desafio , e eu pretendo dessa vez, escolher caminhos mais seguros e com mais luz... vou devagar, um passo de cada vez, aproveitando a paisagem sem perder o meu foco. Quero e preciso ser feliz, mas vou tentar de uma outra maneira, menos afoita mas não menos disposta.
Por favor torçam por mim.

Muita luz pra todos.
Laís Ribeiro