Inspiração...onde está você?


Oi pessoas... desculpem a  demora em escrever...
É que a vida retornou ao seu "ritmo normal" e sobra pouco tempo pra pensar e escrever.
Em alguns aspectos, minha vida tá bem organizadinha, tudo no lugar, dispensa cheia, contas pagas... por outro, está tudo uma grande confusão... me sinto como um sedento tentando beber agua com as mãos... quanto mais água eu tento pegar... mais ela me escapa....
Passo os meus dias resolvendo pequenas pendências que me ocupam a maior parte do dia... preciso trabalhar, preciso responder, resolver, ajudar, organizar coisas e situações externas. Quando consigo algumas paradas, ainda que breves, percebo que o meu interior está em uma completa desordem. Tudo está revirado e fora do lugar. Muita coisa já botei fora... mas sei que ainda me resta muito a fazer... tenho medo... tenho preguiça... não quero mais me machucar... tem horas que me sinto presa em uma rede que eu mesma estou tecendo...
Talvez a saída seja deixar tudo isso acontecer... tudo fluir sem emitir maiores julgamentos. Isso não faz parte do que eu sou: observar e deixar as situações acontecerem sem tomar alguma atitude impulsiva.
Definitivamente, estou sedenta. Sedenta de algo que nem eu sei bem o que é...
Talvez isso seja fruto do meu carnaval, que passei refletindo e fazendo uma faxina interna. Deixei pra trás tudo aquilo que não estava me fazendo bem, e enterrei as minhas muitas expectativas. Acreditei que havia deixado todas pra trás... Mas as danadinhas me encontraram de novo e aqui estou com elas... as expectativas... algumas novas e outras mais velhinhas que retornaram com força total.
Quem sabe onde posso matar essa sede? Como posso fazer isso sem criar mais expectativas? Sem depositar minha felicidade em coisas externas... Será que essa sede que eu tenho não pode ser saciada com algo que eu já tenho? Perguntas, perguntas, perguntas....

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário e um endereço de contato pra gente se falar!!!