Sim... eu cometo erros.. e muitos... com bastante frequência...

Oi gente boa... pra variar...inspiração que é bom... zero...
Mas enfim, resolvi fazer essa postagem em homenagem a muitas pessoas que eu conheço,e, me atrevo a dizer, praticamente todas com as quais convivo.
A premissa básica da qual não se pode fugir... todo mundo comete erros, exagera, perde a ocasião, fala demais... isso é tão normal, tão natural que é uma pena que tenhamos tanto medo disso. A maior parte das pessoas quer parecer à prova de erros e infalível, porque errar, na sociedade em que vivemos é prova de humanidade, e, ser humano e sensível nem sempre é uma boa escolha. Alguns poucos partem pro radical: "sou assim mesmo o mundo que se adapte"  outros, já preferem o meio termo, o politicamente correto. Eu, pra ser bem sincera, acho isso um saco. Agora é preciso ficar cheia de cuidados pra dizer que uma pessoa é gay, ou é deficiente físico, ou é negra... Pô acha paciência pra tanto mimimi!!!
Eu que tenho muitas tatuagens, convivo com pessoas, que, pelo menos aparentemente, não ficam me julgando por causa delas, mas sei que, ser a minoria (seja tatuado, negro, deficiente, gay,gordo) nunca é fácil, porque sempre há um sem noção pra fazer uma piadinha sem graça.
Mas o assunto principal desse post não é esse. Desculpem. Eu tô bem dispersiva.
Eu estava falando sobre cometer erros e isso geralmente está associado a fazer as coisas de uma maneira diferente da maioria;optar por um outro estilo de vida bem diferente dos nossos pais, por exemplo. Uma coisa é garantida: o preço a ser pago não vai ser baixo, o povo vai te julgar sem dó, vai identificar tuas escolhas como erros e , ficar esperando pra ver a tua queda.
Julgar os outros é muito fácil. Classificar e condenar as escolhas alheias, desde que sejam diferentes das tuas, é quase um esporte nacional. Todo mundo faz isso. E quem diz que não faz tá sendo hipócrita.
Eu ando saindo mais e encontrando pessoas bem diferentes que são legais e felizes e isso está me forçando a refletir sobre os meus conceitos e talvez, mudar algumas coisas. Acho que nunca é tarde para recomeços.
Uma última palavrinhas sobre erros: só erra quem tenta e quem arrisca... quem fica parado  e não arrisca nada é apenas levado pela vida. Fica a dica: arrisca, mesmo que der errado valeu a experiência e o aprendizado.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário e um endereço de contato pra gente se falar!!!