Sobre a arte especial de ser mãe

Oi gente bonita e cacheada...
Hoje escrevo sobre algo que faz parte da minha vida, sobre uma escolha feita com muito cuidado e reflexão. Eu sempre quis ser mãe e ter uma família bem grande, uma mesa cheia de menininhas gritando mãe! mãe! por aí. A minha realidade foi um pouco diferente. Por escolha própria resolvi adiar o sonho da maternidade por um tempo. Queria uma vida bem estável. Segurança financeira e emocional. Consegui um pouco disso e resolvi me aventurar. Curti muito a minha gravidez. Me senti mais bonita e poderosa. Li muito a fim de me preparar. Pesquisei, conversei com muita gente, ouvi milhares de conselhos.
Quando minha filha nasceu, estranhamente, toda aquela ansiedade que eu sentia sumiu. Me senti forte e corajosa e disposta a tudo o que fosse necessário para o bem estar da criança. Nos primeiros dias passei um pouco de trabalho mas depois que nos conhecemos melhor, as coisas começaram a fluir.
Não vou ser pretensiosa e dizer que nunca tive medo ou dúvidas, tive sim, e muitas, mas uma vozinha interna me guiava o tempo todo.
Ser mãe é algo maravilhoso, gratificante,renovador. Mas, também é cansativo, frustrante,dolorido e confuso. É como se, de repente, a pessoa que passou a vida toda se perguntando quem era, agora tem que saber de tudo um pouco, e ter todas as certezas. Prá mim isso é duro, é difícil e pesado. Acho que nunca vou me considerar boa o suficiente pra isso. Nunca vou ser daquele tipo de mãe que jamais esquece o casaco pra filha, o lanche da escola, que ajuda a filha a fazer todos os trabalhos da escola, que não se atrapalha, não perde a linha, não tem medo. Eu sou humana,  feita de carne e osso recheados de dúvidas e incertezas tentando fazer o meu melhor. Prefiro mostrar pra minha filha o quanto eu sou humana, que posso errar e acertar, desistir e tentar de novo e deixar claro que acima de tudo, eu sou a sua melhor amiga e não importa o tamanho do problema se estivermos juntas. Em termos de maternidade prefiro priorizar o meu lado humano do que o meu lado mãe perfeccionista.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário e um endereço de contato pra gente se falar!!!